quarta-feira, 8 de maio de 2013




Pastor Marcos é transferido para presídio e, na 


saída de delegacia, recebe o apoio de fiéis: ‘


Estamos do seu lado’

O pastor no carro da polícia, deixando a delegacia
O pastor no carro da polícia, deixando a delegacia Foto: Caio Álex / Divulgação


O pastor Marcos Pereira da Silva, da Assembleia de Deus dos Últimos Dias, foi transferido da Delegacia de Combate às Drogas (Dcod), na manhã desta quarta-feira. O religioso deixou a unidade, no bairro do Andaraí, na Zona Norte do Rio, às 8h40m. O pastor seguiu para o Instituto Médico-Legal (IML), onde fará exame de corpo de delito, e, de lá, deve seguir para a penitenciária Bangu 2, no Complexo de Gericinó.
Na saída da Dcod, o pastor recebeu mensagens de um grupo de fiéis que passaram a noite fazendo uma vigília em frente à delegacia. “Pastor, estamos do seu lado”, disse uma fiel. O religioso não quis comentar a prisão.
O pastor Marcos foi preso, na noite desta terça-feira, acusado de estupro. Ele é investigado num inquérito da Dcod que apura seu envolvimento com o tráfico de drogas. Durante a investigação, testemunhas relataram aos agentes abusos sexuais por parte do pastor. As denúncias são de seis fiéis que disseram ter sido estupradas.
A ex-mulher do religioso, Ana Madureira da Silva, que morou com ele até 1998, também o acusa de violência sexual. Ela contou que, numa ocasião, o então marido “entou em casa, trancou as portas e fez sexo à força”. O casal tem dois filhos.



fonte: jornal extra