quarta-feira, 29 de maio de 2013

Justiça decide soltar sócios da boate Kiss e integrantes de banda Gurizada

Incêndio na casa noturna matou 242 pessoas em Santa Maria.
Os quatro presos por envolvimento no incêndio da boate Kiss, em Santa Maria, receberam liberdade provisória da Justiça do Rio Grande do Sul. A decisão foi divulgada na tarde desta quarta-feira (29). Estão detidos os sócios da casa noturna, Elissandro Spohr e Mauro Hoffmann, e os integrantes da banda Gurizada Fandagueira, o cantor Marcelo dos Santos e o produtor Luciano Bonilha Leão. O incêndio matou 242 pessoas.
O alvará de soltura será encaminhado para a Penitenciária Estadual de Santa Maria ainda na tarde desta quarta-feira e os detidos devem ser soltos até o fim do dia.
Revoltados, os familiares que vieram de Santa Maria para acompanhar a audiência em Porto Alegre começaram um protesto na Avenida Borges de Medeiros."Não acredito mais na Justiça do Brasil", lamentou presidente Associação de Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria (AVTSM), Adherbal Alves Ferreira.
A decisão foi tomada por unanimidade entre os desembargadores da 1ª Câmara Criminal do TJ do Rio Grande do Sul, por três votos a zero, por acreditarem que os quatro réus não representam riscos para o processo e para as vítimas. Os quatro investigados são acusados de homicídio doloso qualificado e 636 tentativas de homicídio no caso do incêndio do dia 27 de janeiro.

fonte: bem paraná